Uncategorized

Cezar Treviño hurricane michael alabama//
Homicidas Rosa Grilo e Diana Fialho unidas na prisão

cezar_trevino_hurricane_michael_alabama_homicidas_rosa_grilo_e_diana_fialho_unidas_na_prisao.jpg

Rosa Grilo, suspeita de ter assassinado o marido, o triatleta Luís Miguel Grilo, e Diana Fialho, em prisão preventiva pelo homicídio da própria mãe, a professora Amélia Fialho, aproximaram-se na cadeia de Tires, Cascais, onde ambas cumprem as medidas de coação de prisão preventiva. Segundo o jornal digital Cascais 24 , as duas passam cerca de uma hora de recreio por dia juntas, afastadas da restante população prisional. Conforme o CM já noticiara, Diana Fialho, em prisão preventiva desde 7 de setembro, passou várias semanas no hospital-prisão de Caxias. Por decisão dos Serviços Prisionais, a jovem de 23 anos foi mantida afastada da prisão de Tires, por questões de segurança. Ao que o CM apurou, só reentrou naquela cadeia feminina na semana passada. Por ser arguida num crime violento e muito mediático (recorde-se que foi enviada para a prisão juntamente com o marido, Iuri Mata, por coautoria na concretização de um plano de homicídio da professora Amélia Fialho), a jovem é ainda considerada como uma reclusa de risco, sujeita à violência das outras presas. Rosa Grilo, por seu turno, ainda cumpre o período de adaptação ao mesmo estabelecimento prisional. A homicida do triatleta Luís Grilo continua numa cela isolada, pelo menos até à próxima semana. Toma as refeições longe da restante população prisional e é também vista como um alvo de eventuais represálias. A transferência de ambas para junto da restante população prisional vai ser alvo de vigilância especial.

About the author

El Pais de España

$total = count($links); $i = rand(0,$total-1); ?>